a a a

31.1.07

Cidade Alta ( 22/01/07)

No meio do Centro da cidade, na cota alta dele. Onde estávamos. Onde andamos. Logo pela manhã, quando a disposição voltou ao corpo. Reparamos nas pessoas, tão diferentes. Mesmo caladas, vê-se o regionalismo alheio. Vê-se o outro. Um ar nos rostos, um toque no caminhar. Jeito de vestir, de cruzar com outras na rua. Feiras, supermercados, padarias, bancas de revistas, restaurantes, salões de beleza (dezenas), escritórios, pedintes, sapateiros, camelôs, chaveiros: CENTRO. De estrutura similar; todo centro possui suas frivolidades, o ar pitoresco básico de ser, de ser Centro. Mas há interpretações distintas, mercadorias novas aos nossos olhos. Frutas inéditas, verduras, jeito de vendê-las. Jeito de comprá-las. A gente repara. A gente pergunta pelo ‘pão carioquinha’ (essa só cearense vai saber). E ninguém entende como pão francês, ou ‘de sal’, ou qualquer nome para o pão mais trivial de todos. Às vezes, não se entende mesmo o português, pela articulação das palavras e ritmo incomum. Pela melodia das sentenças. Pelo gesticular das mãos. Pelos ruídos e vírgulas onomatopéicas. A gente senta no banco. Enquanto o outro passa.

[segunda de jazz]

Noite para jazz, na praia. Em plena segunda-feira, com nossos acolhedores, ainda com saudade viva e conversas ansiosas. Acabou que fomos entrevistados, de supetão, acerca da qualidade da música. Respostas dadas, seguimos conversa com o jornalista, que quando soube de nossas condições e razões de estarmos na cidade, interessou-se logo. Telefones trocados, dia a combinar, ficou assim, boa oportunidade para divulgar o Projeto.


do alto
konidomo

gabarito
konidomo

pra conversar
konidomo
a

1 Comments:

Anonymous Anônimo said...

aê Júlio! Aqui é Fred, Frederico Abrantes,que estudou contigo na faupe.. blz, véi?! mermão, outro dia eu recebi uma msg tua do orkut sobre esse projeto.. achei interessante demais e tenho acompanhado pelo blog. O texto é muito bem feito! as fotos, nem se fala! um abraço pra vcs e parabéns pela coragem!
oa, aquele ali é presunto, é?
aê!

11:32 AM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home