a a a

27.3.07

arremates (01/02/07)

fechar pesquisa ....... terminar galinhas ....... acertando palavras ....... afinando engasgos comunicar a ida ....... sentir a partida ....... quase ....... procurar pouso seguinte ....... fechar caderno ....... fechar diário ....... bagagem para arrumar ....... coisas para juntar ....... misturado

quatro eram dois casais na rua ....... entristecidos .......... tentando se conformar ....... tentando amenizar ....... saudade ....... sementes ....... presentes de última hora ....... trocados ....... milho cavalo marinho ....... velas e luz ....... jantar gostoso ....... maracujás ....... mais alguns bocados

na casa dois habitantes viram três ....... (sem contar o Honório) ....... (sem contar já com a gente) ....... um bilhete deixado para todos ....... casa para mudar ....... também eles ....... procurar e encontrar ....... também eles ....... um lugar novo e ideal

um aniversário ficou no ar ....... não podíamos ficar ....... a carruagem abóbora ....... a carruagem tapete ....... tapete voador ....... estrada acenando carona ....... biu doido para ir ....... movimento ....... avante ....... seguir

mais um toque, derradeiro ....... acabou-se fevereiro ....... depois é distância ....... depois não ....... nem ver de perto ....... é o impedido ....... é o hiato ....... pode-se guardar lembrança ....... mas o toque não ....... o toque não existe mais ....... vira estante ....... vira orkut .......
recordação
uma amiga colorida fica ....... um lugar reedificante arca ....... um grupo esfuziante marca ....... espécies no coração

konidomo

[figurinha repetida]
Pode parecer impossível. Mas aconteceu. E não foram duas ou três vezes. Mais. A gente esbarrou com gente e reencontrou. Em outra parte. Outro lugar e momento. Conheceu num canto, para depois conhecer seu canto. Desse jeito, tivemos oportunidade de viver emprestado a vida deles. Ganhar amigos deles. Ganhar abraço deles. Mais de uma vez. Mais de uma despedida. E foi então que chegou a Tremembé outra figura repetida. Entre dois abraços de despedida, felizmente, há um abraço de reencontro. Muito mais saboroso.
a

1 Comments:

Anonymous Anônimo said...

qualidade de texto e foto impressionante!!

6:20 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home