a a a

31.10.07

cidade (10/09/07)

Mendoza e suas particularidades. Dividida em departamentos. Cordilheira paralela à San Martin. San Martin que corta todos os departamentos. Centro, onde há mais serviços. Consulado do Brasil. Feira, azeite de oliva saboroso e barato, artesanato, praça Independência. Cultura mendozina, de tortita raspada, pinchada e outra que não lembramos o nome. Porque preferimos essas duas. Dizem que só há aqui. Vinhos locais, bodegas por toda parte. Fronteira com Chile, alguma similaridade. Alguma montanha no caminho. Algum desenho urbano reconhecido. Jeito de falar. Jeito de morar. Jeito de fazer asado. Clima seco, inverno frio. Água neve, neve farta, neve quase cotidiana. Flores de desenho animado, cores, primavera. Um sol que duvidávamos, varonil! No ônibus às vezes não se paga, por lotação ou pela delicadeza da máquina de arrecadação de moedas. Às vezes quebra. Às vezes ignora. A cidade pela linha 12 ou 16. A cidade e seus encantos, vividos ao som de Vinícius, Tim e “Tábua de esmeralda” de Jorge.

a

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home