a a a

30.11.06

RECIFE-PE/BR (27/11/06)

Quando a gente começa a busca é que descobre o objeto... Então chegamos em Recife. E num é que aqui tudo ficou mais claro? Não sei se porque paramos, mas, até as fichas de caracterização (estamos registrando em forma de fichas os pontos de parada, os lares ‘invadidos’ por nós) completaram-se de modo fácil e eficiente.

Pois bem, quando ancoramos estávamos imprestáveis: sono e cansaço, afinal, quase não tínhamos dormido. E foi isso o dia de chegada: abraçar a família – pais do Júlio – comer e dormir. Dormimos a tarde inteira, como se já não bastasse, avançamos a noite e só vingamos quando amanheceu novamente.
a

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home