a a a

28.11.06

RN estrada rumo PE (27/11/06)

Levantamos por volta de quatro da manhã. Um dos meninos ia passar as festas com a família, em Minas, fomos então deixar ele no aeroporto. Ele até levava consigo um pedaço do mar dentro de um vidro de vazio de nescafé (Fomos com ele em Ponta Negra na noite anterior). Pois bem, aproveitamos para pegar a estrada outra vez: chegar em Recife logo era estratégico. Sabemos quanto é penoso, pois há lugares fantásticos... Entanto, apenas lá o fusca passaria pela mais ampla revisão de sua vida, estando então apto a rodar sem limites!

Bom ver o sol nascer na estrada... O estômago ainda embrulhado e os olhos quase virgens, preparando sua natureza para a luz. Deu fome, mas não havia nada aberto ainda. Bom que a beleza distraiu um pouco. Vendo que seria difícil encontrar algum café na estrada, resolvemos entrar por São José de Mipibu, cidadezinha no Rio grande de Norte. Também lá não foi fácil, a cidade estava ainda acordando, empurrando para casa os restos da noite. Encontramos um café barato e bom, com ovo e queijo-manteiga (R$1,50, com direito à café). O ambiente estava meio esquisito, clima de cidade de novela: pouca gente, a pracinha com enfeites vencidos, meio triste, meio abandonada.

Pegamos, então, a estrada novamente (BR 101) e de lá só saímos para visitar uma velha conhecida: a praia de Tambaba. Coisa linda de se ver e de estar. Um jeito de viver, sem dúvida, mas não nos deteremos aí, já que nossas visitas foram repentinas e rápidas. Não tivemos também pretensão de importunar ninguém com perguntas. O lugar é para se sentir, talvez para se ficar anônimo, para se ficar natural.

Voltamos por uma estrada paralela, fonte de belos retratos. Depois de Caaporã, alcançamos a BR novamente e desviamos outra vez apenas quando já estávamos em terras pernambucanas. Não houve como evitar, vimos uma bifurcação e, de súbito, um corredor de bambus. Delírio de se ver e de se escutar: o ranger dos esbeltos e superlativos cilindros, bambus balançando ao vento, uma sombra assombrosa, verde e infinita.


Litoral Sul da Paraíba - Acesso à Praia de Tambaba
Image Hosted by ImageShack.us


Ainda Litoral Sul Paraibano.
Image Hosted by ImageShack.us


Corredor
Image Hosted by ImageShack.us
a

5 Comments:

Anonymous dudaibc said...

Esta foto ficou maravilhosa.
Com certeza a máquina só conseguiu retratar 20% da beleza deste local. Uma viagem destas é indescritível.

Show!!!

6:13 AM  
Anonymous Lellye said...

já estão na estrada! coisa boa... :)
tô adorando as histórias e as fotos. beijos

7:34 AM  
Anonymous Nathália said...

HUmmmm!!
Vocês já saíram de Natal...estarei indo pra casa dia 14 de dezembro só...
Mas quando chegam em Sampa? Tomara que dê para encontrar vocês.
Beijos...saudades e boa sorte!!
Nath

8:45 AM  
Anonymous Isa said...

Raquel e Júlio, será que vamos nos desencontrar nas estradas? Vou a Recife a partir do dia 04 e fico até o dia 08, quando vocês partem daí para Maceió? Estando aqui, liguem para mim ou para Vivaldo; Norman e Renata casaram, enfim, há muita conversa a pôr em dia. Abraços e beijos.

1:04 PM  
Anonymous Mateus said...

Olaaaaaaaaaa....

Saudades dessas pessoas maravilhosas q vcs sao...

Estou tao feliz por vcs...
Espero um dia seguir esse mesmo caminho o qual tambem é um sonho meu...

Grande beijo e abraços...

5:24 AM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home